A Língua do Brasil

Ariano-Suassuna

Ariano Suassuna, cadeira nº 32 da ABL, falecido em julho de 2014. Vale a pena ouvi-lo no minuto 1:02:14

Num documentário de pouco mais de uma hora, 16 acadêmicos da ABL (Academia Brasileira de Letras) mostram seus pontos de vista sobre a língua portuguesa, suas diferenças regionais dentro e fora do Brasil relativas a sotaque, vocabulário, regionalismos, identidade cultural, padrões, classes sociais e elite cultural.

Ao interpretar esse vídeo deduzo outra vez que nossa língua é rica, razão suficiente para difundi-la aos quatro cantos. É muito importante que toda pessoa de qualquer classe social possa ter acesso aos diferentes registros, estilos, realidades linguísticas, para assim ter oportunidade de comunicar aberta e livremente, imitar a própria língua seguindo sua essência e descobrir-se através da identidade cultural…

Arremedar a própria língua, que é vagabunda, errante, é da rua, indomável, e só aqueles que a entendem podem fazer uso das suas variantes espontaneamente, sem medo de arriscar, pois sabem (ou não) que quanto mais conhecem a língua portuguesa, maior o risco de se apaixonarem por ela.

 

Glossário

Arremedar – palavra em desuso, que significa imitar, contrafazer gestos ou falas de outrém.