Sensorial Sensacional

Aqui na Europa já estamos no outono, porém as últimas férias de verão foram de sensações tão vivas, que mesmo 1 mês e meio depois de ter voltado, quero compartilhá-las com vocês.

Fui de carro de Madrid à Bretanha, na França, passando pelo País Basco. Quase sempre com o oceano Atlântico como testemunha.

Pra começar senti a diferença de temperatura entre a noite e o dia. Estar a 34 graus na estrada e dormir a 15 é realmente uma experiência boa demais! Sair do sol escaldante de Madrid e chegar na chuvosa Euskadi = tudo de bom!

Estar na praia e ouvir as ondas, bem calminhas, se debruçando na praia.

Andar na praia que tem corredor? de conchinhas, de algas, de pedras… pôr a máscara e o snorkel e ver peixinhos, ostras, “almejas”, caranguejos, siris, algas de vários formatos, cores, tamanhos…

A temperatura da água, que no mesmo momento é quentinha e se vê invadida pelas termoclinas.

Andar com as mãos na água e deixar o resto do corpo flutuar enquanto ouço o barulhinho da água escorregando nos meus ombros.

Olhar as estrelas. Viver outra vez as Perseidas…

Não responder emails, nem pensar em ontem… focar no agora. Pra mim é um exercício que requer muito esforço, pois sempre fui propensa a pensar no futuro, no que virá, o que desconecta qualquer um do presente.

Aqui não. Aqui tudo é tão simples, as decisões são tão básicas… se tenho calor, entro no mar; nadar pra direita ou pra esquerda; pôr a canga no sol ou na sombra; se tenho fome, vou pro carro e como; as refeições são simples: saladas, cuscus marroquino. âs vezes só um queijinho com pão e vinho, às vezes mexilhões ao vapor…

Meu espelho é o vidro do carro, que por sinal está imundo entre o pó das estradas, da cidade onde vivo, das chuvas, e da maresia. O espelho é pra conferir se o lenço está bem colocado no cabelo.

Reencontrar com amigos queridos de longuíssima data, comer juntos, celebrar o momento… quantas coisas gostosas!

Sentir o gosto do mar, enxaguar os dentes com sua água tão rica em minerais.

Boiar.

Sentir o ar a pleno pulmão.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

CURA

A água do mar curou todos os raspões e pequenas feridas abertas que tinha no meu corpo e na minha alma e nem sabia. Quando me observei no fim da primeira semana não vi a mesma pessoa. E no fim do período de férias, então… caramba! Quanta diferença!

As férias me curaram de todo estresse, do ar poluído, da correria e do ritmo acelerado. Me trouxeram essa cara de besta que a gente tem quando tá apaixonada.

Agora estou de volta, já no ritmo do novo ciclo, e era uma pena não dividir tudo isso com você.

Teminei assim…

P.S.: as fotos não têm legenda de propósito.

Anúncios

Sobre Cristina Pacino
Nascida em São Paulo, residente em Madri. Relações Públicas por decisão. Professora de Idiomas por vocação e mestrado. Paixão por ensinar, vivo para aprender. Quero contribuir para uma sociedade com mais opiniões próprias, ideias originais e criatividade. Acredito que aprender um novo idioma é gerar oportunidades de experimentar a vida sob outras perspectivas. Fundamental: aprender, adaptar-se e mudar. Sigo as palavras de Cora Coralina: "Feliz aquele que transfere o que sabe e aprende o que ensina."

2 Responses to Sensorial Sensacional

  1. evaarias74 says:

    Pensar só no presente… Para mim isso tá osso!! Mas as férias são bem boas para parar de pensar no futuro e curtir o presente. 🙂

    As fotos são legais!!

Pode me responder que eu gosto!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: