O cacimbo chegou

Depois de algumas semanas sem falar com a minha amiga de Luanda, Angola, nos falamos pelo WhatsApp, que nem sempre funciona lá. Mesmo assim, comemoro: santa tecnologia que nos aproxima em tempo real!!

Nina é uma nova amiga angolana da viagem a trabalho que fiz ao seu país em dezembro.

__ Oi Nina, tudo bom? Que saudades!

__ Oi miuda! Xtas fixe?

__ Tudo em paz. E você?

__ Tudo bem. Com um pouco de alergia, já começou o cacimbo e sabe como é…

Sei como é? Num milésimo de segundo vi uma interrogação enorme na minha frente, e a pergunta: mas o que será o cacimbo?A-ha!! Enquanto falávamos eu fui rapidinho olhar lá a Wikipedia, o que é o cacimbo: é o nome que se dá à estação seca no nordeste de Angola, que acontece de maio a agosto. Oficialmente vai de 16 de maio a 15 de agosto.

Tem esse nome em contraste com a estação das chuvas, de setembro a abril, mas é de fato bastante úmida. Nessa região, durante este período há uma névoa intensa com bastante frequência, que dá nome à estação.

Aí depois a Nina me explicou, que é o inverno, que faz frio mesmo, mas como o frio é úmido, e lá se sente muito a diferença de temperatura.

Acabo de olhar a temperatura lá em Luanda, acho que o termômetro está meio maluco, ou é que me falta a sensação térmica…

Você lendo isto tem ideia de como é o verão? Imagina só…

Lendo mais sobre o cacimbo vi esta foto linda dos imbondeiros, que são os baobás lá em Angola.

Crédito da foto copiada da Wikipedia: Por L.Willms – Obra do próprio, CC BY-SA 3.0, https://commons.wikimedia.org/w/index.php?curid=20547537

Encontrei um site muito interessante, e muito bonito, o http://www.welcometoangola.co.ao, de onde copiei o texto abaixo:

Angola, apesar de se localizar numa zona tropical, tem um clima que não é caracterizado para essa região, devido à confluência de três factores:

  •     A Corrente de Benguela, fria, ao longo da parte sul da costa
  •     O relevo no interior
  •     Influência do Deserto do Namibe, a sudeste

Em consequência, o clima de Angola é caracterizado por duas estações: a das chuvas, de outubro a abril e a seca, conhecida por Cacimbo, de maio a agosto, mais seca, como o nome indica e com temperaturas mais baixas.

Por outro lado, enquanto a orla costeira apresenta elevados índices de pluviosidade, que vão decrescendo de Norte para Sul, com temperaturas médias anuais acima dos 23 °C, a zona do interior pode ser dividida em três áreas:

  •     Norte, com grande pluviosidade e temperaturas altas
  •     Planalto Central, com uma estação seca e temperaturas médias da ordem dos 19 °C
  •     Sul com amplitudes térmicas bastante acentuadas devido à proximidade do Deserto do Kalahari e à influência de massas de ar tropical

Nossa, aí comecei a ler e ler sobre o assunto e achei um site bem informal que conta sobre a chegada do cacimbo, em 2010. Estará desatualizado? Acho que não…  Confira aqui.

Um abraço a todos. O da Nina já foi dado pelo WhatsApp.

Anúncios

Sobre Cristina Pacino
Nascida em São Paulo, residente em Madri. Relações Públicas por decisão. Professora de Idiomas por vocação e mestrado. Paixão por ensinar, vivo para aprender. Quero contribuir para uma sociedade com mais opiniões próprias, ideias originais e criatividade. Acredito que aprender um novo idioma é gerar oportunidades de experimentar a vida sob outras perspectivas. Fundamental: aprender, adaptar-se e mudar. Sigo as palavras de Cora Coralina: "Feliz aquele que transfere o que sabe e aprende o que ensina."

2 Responses to O cacimbo chegou

  1. Bia Ribeiro says:

    Foto linda mesmo! 🙂

Pode me responder que eu gosto!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: