Explicação da eternidade

devagar, o tempo transforma tudo em tempo.
o ódio transforma-se em tempo, o amor
transforma-se em tempo, a dor transforma-se
em tempo.

os assuntos que julgámos mais profundos,
mais impossíveis, mais permanentes e imutáveis,
transformam-se devagar em tempo.

por si só, o tempo não é nada.
a idade de nada é nada.
a eternidade não existe.
no entanto, a eternidade existe.

os instantes dos teus olhos parados sobre mim eram eternos.
os instantes do teu sorriso eram eternos.
os instantes do teu corpo de luz eram eternos.

foste eterna até ao fim.

José Luís Peixoto, in “A Casa, A Escuridão”

Foi assim que conheci José Luís Peixoto, ouvindo o grande Antonio Abujamra. José Luis é um homem que conta, seja por escrito, seja em vídeo. Aqui, conferimos que delícia é ouvi-lo.

 

 

José Luís Peixoto nasceu na aldeia de Galveias, no Alto Alentejo, onde viveu até aos 18 anos, idade em que foi estudar em Línguas e Literaturas Modernas em Lisboa. Depois foi professor em várias escolas portuguesas e na Cidade da Praia, em Cabo Verde.

Com apenas 27 anos, José Luís Peixoto foi o mais jovem vencedor de sempre do Prémio Literário José Saramago. Desde esse reconhecimento, a sua obra tem recebido amplo destaque nacional e internacional. Os seus livros estão traduzidos e publicados em 26 idiomas. O romance Galveias foi o primeiro livro de língua portuguesa a ser traduzido diretamente para o idioma georgiano, tendo acontecido o mesmo ao livro A Mãe que Chovia, que foi o primeiro a ser traduzido diretamente do português para o mongol.

“Morreste-me” foi escolhido como um dos 10 livros da primeira década do século XXI pela revista Visão. Nas mesmas condições, “Nenhum Olhar” foi escolhido como um dos livros da década pelo jornal Expresso.

 

 

O romance “Uma Casa na Escuridão” foi incluído na edição europeia de “1001 Livros para Ler Antes de Morrer – Um guia cronológico dos mais importantes romances de todos os tempos”.

“Nenhum Olhar” foi incluído na lista do Financial Times dos melhores romances publicados em Inglaterra em 2007, tendo também sido incluído no programa Discover Great New Writers das livrarias americanas Barnes & Noble.

A sua obra tem sido abundantemente adaptada para espetáculos e obras artísticas de diversos gêneros.

Tem sido colunista de vários órgãos da imprensa portuguesa, como é o caso do Jornal de Letras ou das revistas Visão, GQ, Time Out, Notícias Magazine, UP, entre outras.

 

Prêmios

 

Galveias – Prêmio Oceanos – Prémio de Literatura em Língua Portuguesa 2016 (Brasil)

Livro – Prêmio Libro d’Europa 2013 (Itália)

A Criança em Ruínas – Prêmio da Sociedade Portuguesa de Autores 2013 (Portugal)

Gaveta de Papéis – Prêmio de Poesia Daniel Faria 2008 (Portugal)

Cemitério de Pianos – Prêmio Cálamo 2007 (Espanha)

Nenhum Olhar – Prêmio Literário José Saramago 2001 (Portugal)

 

Com esse currículo, dá vontade de saber mais sobre ele, não é? Consulte seu site: www.joseluispeixoto.net

Anúncios

Sobre Cristina Pacino
Nascida em São Paulo, residente em Madri. Relações Públicas por decisão. Professora de Idiomas por vocação e mestrado. Paixão por ensinar, vivo para aprender. Quero contribuir para uma sociedade com mais opiniões próprias, ideias originais e criatividade. Acredito que aprender um novo idioma é gerar oportunidades de experimentar a vida sob outras perspectivas. Fundamental: aprender, adaptar-se e mudar. Sigo as palavras de Cora Coralina: "Feliz aquele que transfere o que sabe e aprende o que ensina."

7 Responses to Explicação da eternidade

  1. Marian Díaz RAM says:

    Eu ainda não li nada de ele, mas isso está a mudar….

  2. Maria says:

    Cris, é uma declícia ler você. Sempre quero primero, principal e sobremesa.
    Maria Santos

Pode me responder que eu gosto!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: