Topa um desafio?

Bem-vindo! Bem-vinda!

Quero das as boas vindas a todos a esta nova etapa do ano, novo ano letivo, novas energias depois das férias.

Para quem descansou, espero que as férias tenham sido renovadoras. Para os que não, pelo menos descansaram dos estudos de português de alguma maneira, e isso já é motivo para voltar aos projetos com novas perspectivas.

Como eu sim venho com as baterias recarregadas, me atrevo a lançar um desafio:

Fazer a sua lista pessoal com os 2 ou 3 objetivos que quer alcançar neste novo ano letivo

Ou seja, dizer para si mesmo: “quando junho chegar eu serei capaz de…” Cada aluno com o nível que está, e de acordo com a disponibilidade que tiver para dedicar aos estudos.

 

Eu já fiz a minha breve lista, com meu novo idioma de estudo (francês), e compartilho aqui:

  1. Falar muito em francês, tanto em aula como com quem sabe o idioma (perder a vergonha de falar)
  2. Estudar 30 min todos os dias
  3. Escrever muito para me expressar com clareza

1. Sim, tenho vergonha de falar em público quando não domino o idioma, parece inacreditável para quem me conhece. Assim, me proponho a falar, meu esforço é imaginar situações cotidianas das que já tenho vocabulário e construir diálogos. Além de aproveitar cada momento que tiver de falar francês com quem sabe e sempre oferece ajuda.

2. Estudar 30 min todos os dias para mim é fácil, pois ando muito de metrô, então sempre estou lendo, escrevendo ou ouvindo podcasts no telefone/mp3 quando vou de um lugar a outro. A proposta é ter a disciplina de sempre levar material. Ter contato frequente com o novo idioma familiariza o aluno.

3. Escrever é o meu ponto fraco, por isso tenho que praticar bastante, e sei que tanto criando textos próprios como copiando já existentes (acredite, não é exercício de primária) vou entendendo as estruturas do idioma e gravando progressivamente na memória. Escrever é uma forma de estudar também. Quando fazíamos cola para as provas, não estávamos fazendo nada além de estudar.

Veja bem, todos os objetivos têm algo em comum:

  • são claros
  • podem ser medidos
  • são realistas e coerentes
  • estão ao meu alcance

Essas dicas são algo já feito por mim anteriormente, aprendi espanhol e inglês arriscando, falando, errando, rindo, perguntando, corrigindo, pesquisando e persistindo.

Então, queremos saber! Escreva, conte-nos seus 2 ou 3 objetivos de aprendizagem de português para o ano que começa.

 

Glossário

Topar: o primeiro sentido deste verbo é encontrar; depois é dar com o pé, ir de encontro a, bater; neste título o verbo topar significa aceitar, concordar. É bastante usado informalmente no Brasil, quando a pessoa quer perguntar se o outro aceita algo, ou em respostas: “você topa um cineminha hoje à noite?” “topo!”

Cola: Brasil, anotação usada fraudulentamente como auxílio num exame ou prova. Equivalente no português de Portugal: cábula.

 

Anúncios

Sobre Cristina Pacino
Nascida em São Paulo, residente em Madri. Relações Públicas por decisão. Professora de Idiomas por vocação e mestrado. Paixão por ensinar, vivo para aprender. Quero contribuir para uma sociedade com mais opiniões próprias, ideias originais e criatividade. Acredito que aprender um novo idioma é gerar oportunidades de experimentar a vida sob outras perspectivas. Fundamental: aprender, adaptar-se e mudar. Sigo as palavras de Cora Coralina: "Feliz aquele que transfere o que sabe e aprende o que ensina."

Pode me responder que eu gosto!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: